terça-feira, 27 de julho de 2010

Política não é chato


Tenho uma coisa para dizer aos novos eleitores, e aos velhos eleitores que têm novas atitudes. É um blá blá blá, que todo mundo já conhece, mas achei super importante reforçar, sem que pareça um blá blá blá.
Eleições são SIM um momento da sua vida, em que você pode exercitar o direito de escolha, o direito de ser íntegro, inteligente e altruísta. É o momento em que podemos demonstrar o quanto somos gratos aos nossos pais, avós e grandes líderes, que lutaram muito para defender esse tal direito que temos hoje.
Votar, não é só clicar nos botõezinhos e escolher quem mais facilmente dará um emprego ao seus pais ou encaixará seu filho em um cargo qualquer.
Votar é escolher como vai ser sua cidade, estado e país nos próximos 4 anos. É escolher se nos próximos anos você quer mais miséria, violência, mortalidade infantil, ruas esburacadas, salários atrazados OU se você prefere a econônima melhorando, população alfabetizada, o ensino público possibilitando novos e grandes profissionais, nossos idosos tendo seus direitos respeitados, cidades bem cuidadas e todos os outros benefícios que ultrapassam os limites dos muros da sua casa.
Votar com bom senso, é mostrar que você nunca saiu da sua casa para participar de uma passeata à favor da liberdade de expressão, que você nunca precisou se esconder da polícia da ditadura, nunca ouviu músicas, viu programas de TV ou leu um jornal censurado, mas que você respeita e admira quem lutou para que hoje tenhamos esses direitos.
Votar não é chato não. Não é só para que você não perca alguns benefícios civis, e nem para aumentar as chances de seu pai ser promovido. Votar é decidir o SEU futuro como cidadão, e o de todas as pessoas ao seu redor.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

quinta-feira, 22 de julho de 2010

ME SALVEM!!!

A empresa inglesa Krispy Kreme, realizou uma pesquisa em Londres, onde constatou que mais da metade dos entrevistados atribui a razão do seu estresse ao pouco contato que eles têm com a natureza.
A empresa, então, inventou a Grass Sandal. Sandálias com o solado coberto de GRAMA NATURAL. Os cuidados necessário vêm descritos na embalagem, e se bem cuidada, a grama dura até 4 meses.


É o fim da picada né?! Fala sério! É preferível cuidar de uma par de sandálias, do que de uma árvore de verdade???
Absurdo!!
E viva a vida que a gente leva, aqui na Amazônia.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Rock Star

Para mulheres modernas, a tendencia de ontem, hoje e sempre (mas principalmente hoje), é o Estilo Rock.
A Moda Rock teve início nos anos 60, quando nos EUA, o sentimento pós-guerra causou uma "euforia consumista", somada à explosão do rebolado frenético de Elvis Presley
As bandanas, jaquetas de couro, penduricalhos de metal, e mulheres de topetes monumentais, mostrava ao mundo que ali, montadas em suas lambretas, haviam mulheres de muita atitude e muito gingado. Era a liberdade, gritadando através de roupas.
Hoje, o Rock ainda é uma atitude, e é um dos estilos musicais que mais fácil se distingue dos outros pelas roupas e maquiagens.
No dia-a-dia essa moda se traduz em um conjunto de atitude, personalidade e muito bom gosto, quando usada de maneira branda.

Eu ADORO, acho lindooo e aconselho MUITO as T-shirts divertidinhas:


Ou com uma pegada geek:


O pretinho básico também enche os olhos no Rock. Muitas leggings, couro, e materiais que imitam viníl:



Particularmente, eu prefiro o estilo "Rockeirinha do Bem", hehehe, coisinhas mais menininhas, fofas, que deixam as mulheres parecendo, de fato, mulheres:




Tudo isso, fica PERFEITO com a sensação do momento, as Ankle Boots:


Mas como aqui em Macapá é MUUUUITO QUENTE, vale finalizar a produção com sapatinhos coloridinhos, que também estão super na moda e divertem qualquer produção:


Avril Lavigne e Pink, são as famosas da atualidade, que melhor representam o estilo:



Divirta-se. Beijo.

domingo, 18 de julho de 2010

Make Neón


Tenho uma certa dificuldade para lidar com modinhas super inovadoras. Mas me rendi a essa.
O Neón foi a grande novidade do Verão 2010. Graças a estes tons de coloração, é possível criar visuais extremamente femininos e divertidos.
O tons Neón ou Flúor (como preferirem) se incorporaram ao visual da mulherada de todas as formas:
♥ Roupas - É lindo, fofo, descolado e super-fashion, e fica bem em qualquer pessoa.
♥ Acessórios - Lindos de morrer, super na moda e muitoo, muitoo úteis.
♥ Makes - Super lindos.
♥ Esmaltes - Bem infantis, mas muito fofinhos.
♥ Sapatos - A princípio achei meio estranho, parecia coisa de desenho animado. Sério, eu olhava aqueles Scapins Rosa Pink e lembrava da Margarida (namorada do Pato Donald), aí depois fui me acostumando e achando bem legal, mas depois criei um certo ABUSO, porque absolutamente todo mundo tem. E é muito estranho você chegar a uma boate e estar todo mundo de sapatos mega-colors, parece que o jogo de luz é no chão e não no teto. Cansou! (Cansei dos Scarpins, as sandálias eu continuo achando l-i-n-d-a-s).
Maaass, voltando ao MAKE, selecionei algumas das minhas "modelos", algumas aqui mesmo, de Macapá e outras internacionais, hehe, para provar que o look está mesmo no auge:

Mais simples, de uma só cor ou sobreposições:


Alguns makes são mais descoladinhos e fofinhos:


Outros mais elaborados (com cuidado para não exagerar):

Ame ou Odeie. hehe
Beeijo, Ju!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Sobre dores e amores.


Lendo o longo post da Nika, sobre o que os homens precisam aprender para conquistar a gente (www.naianeirene.blogspot.com), fiquei pensando algumas coisas que sinto sempre, mas tenho vergonha de dizer, na maioria das vezes.
Eu sinto muita inveja das mulheres de antigamente. É verdade, nós ganhamos independencia, auto-suficiencia, poder de decisão... ganhamos o mundo! Mas eu sempre quiz viver aquilo que as antigas viviam na íntegra: o cuidado.
Sempre quiz saber como é ter um pai que me preservasse, cuidasse de mim de verdade, me proibisse de sair, reclamasse das minha saias curtas e não me deixasse namorar antes dos 15 anos. Nunca soube o que era isso. Meu pai, mesmo, não deve nem saber a data do meu aniversário.
Minha mãe e minha avó, cuidaram de cada detalhe da minha vida, sem esquecer nenhum. Mas elas não tinham aquele bigode na cara, pra espetar quando beija o nosso rosto, e nem força pra carregar a gente nos ombros, tipo "briga de galo". Meu avô sempre fez o que podia para suprir essa necessidade, mas definitivamente, eu não era responsabilidade dele. Ele fez mais do que devia.
Claro que as mulheres de antigamente tinham o lado esquisito de suas vidas. Trabalhavam como umas condenadas, criavam milhões de filhos, e não podiam sequer decidir onde ir. Mas elas eram cuidadas pelos pais como um bem de valor e protegidas pelos maridos, apesar de tudo.
Eu sempre quiz um homem diferente, na minha vida. Nunca sonhei com príncipes encantados, de rostos finos, roupas alinhadas, muito dinheiro no bolso ou o carro mais bonito da cidade. E aliás, eu acho de verdade que homens que precisam dessas coisas para conquistar uma mulher, são uns pobres frustrados.
As pessoas não entendem minhas paixões. Porque eu sempre me encanto por gente estranha. Mas é porque eu tenho pavor de homens que contam quanto dinheiro tem na carteira, só para se exibir. Tenho horror de gente que mal tem como sustentar a gasolina, mas tem o carro mais caro da loja, acho cômico homens que conferem na sua frente com quantas mulheres já transou, como se isso fosse despertar em você algum sentimento de desejo.
Os homens de hoje, são resultado da mudança de comportamento das mulheres. Depois que começamos a fazer sozinhas as coisas que eles faziam por nós, eles ficaram totalmente desnorteados. Sem saber o que fazer. Deve ser complicado querer fazer as coisas por nós, sem nos fazer parecer bobas, ou com medo de agredir nossa independencia. Bom, eu gosto de ser boba. Podem abrir latas para mim, podem dirigir para mim e podem sim me abraçar a noite inteira numa festa, para ninguém mais encostar em mim.
Homens, por favor, sejam só... HOMENS. Façám só coisinhas bobas como saber o chocolate que a gente gosta ou elogiar nossa roupa. Nos peguem em casa, e não peçam pra nos encontramos em tal lugar, porque nos sentimos suas quando nos arrumamos e ficamos esperando vocês chegarem. Paguem a conta do restaurante, SIM, porque isso não é uma questão de guerra de sexos, e sim puro cavalheirismo, educação, cuidado, respeito, bem querer. É tudo meio brega, mas é verdade.
Não pintem as unhas de esmalte incolor, não façam luzes nos cabelos, não se preocupem com suas gorduras localizadas ou qualquer prática que deveria ser exclusivamente feminina. Não precisa ser o mais musculoso da academia, apenas nos abraçem quando estivermos chorando, e digam muito a palavra "minha": "Minha namorada"; "Minha mulher"; "Minha gostosa"; "Minha linda"...
Sejam protetores, sejam o que vocês nasceram para ser.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Eu começo na sexta-feira. :D


É isso aí, ao contrário do que todos dizem sobre mulheres só conseguirem começar dietas nas Segundas-feiras, fazer o contrário. Vou começar na Sexta. hehe
Nããão, não sou do contraa! É que hoje eu acordei com alguma coisa diferente pulsando dentro de mim, e acredite se quizer, não era um Alien.
Acordei achando que tô de saco cheio de ser gordinha. De saco cheio de ser aluna mais ou menos, de saco cheio de não ser a melhor funcionária do meu trabalho e de saco cheio de empurrar minha vida aos trancos.
Pra completar, li uma prece, de manhã, que falava sobre entender a importancia do trabalho e da contribuição que nós damos para o mundo.
Então HOJE, sexta-feira que não é 13, eu vou fazer tudo como deveria ser e fazer o possível para manter as coisas assim.
1- Reeducação alimentar.
2- Procurar editais para concursos e livros de Direito.
3- Chegar cedo ao trabalho (já cheguei).
4- Malhar sem preguicinha.
5- Não chamar mais palavrão (isso vai ser difícil).
6- E fazer todas as coisas de mulherzinha. Porque agora eu sou uma mocinha.

BEIJOmeLIGA muuuuito, porque eu ADORO receber ligações. :)

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Pessoas que fazem a minha vida mais feliz. Claro que ainda faltam algumas pessoas aí, não achei foto de todo mundo.
Queria agradacer a vocês por estarem sempre de bem com a vida, por me conhecerem a muiiito tempo e não substimarem meu potencial, por não serem falsos, por não serem fúteis e idiotas, por serem realistas, divertidos, pés no chão, batalhadores, sonhadores e indispensáveis.
Esse post é resultado de algumas surpresas ruis que tive com amizades. Não que eu já não soubesse que não eram boas amizades. Sempre soube! Tenho um instinto FEROZ pra saber quem presta e quem não presta para ser meu amigo, mas as vezes eu teimo comigo mesma. rsrs
Desses aí, a vida já provou que são pra sempre, e alguns o meu instinto apenas diz que são perfeitos para fazerem parte de mim.





Faltou: Adriano, Dani Cardoso, Sandro Torres, Samara, Alex, Daniel, Caio, Eder, Filó, Glenda...